Este blog, fiz com muito carinho, para fazer homenagem aos meus amigos poetas, e também outras mensagens de otimismo, humor e reflexão, espero que gostem.

21 de mai de 2009


Uma Pétala Será Só Uma Pétala?
Passeava calmamente pelos jardins dos meus sonhos,
Olhava todo o colorido ao redor,
Todo o perfume que o vento displicentemente levava ao longe,
Via uma árvore intensamente bailando suas folhas com a brisa,
Flores de diferentes formas
Espinhos que de um modo geral só enfeitavam e não faziam mal,
Via um sol sorrindo em cima daquela paisagem,
Depois de uma chuva fina um arco-íris que contornava toda aquela pintura
Fazia-se imenso, uma completa moldura,
Apreciava a calmaria das nuvens
Bailarinas e escritoras do céu,
Escreviam o meu nome e o seu,
Lembravam de tudo que você um dia esqueceu,
Sentei-me num banquinho
Peguei meu violão,
Via ao meu redor uma pintura da natureza de intensa inspiração,
Busquei na letra,
Tentei a musica entoar,
Não conseguia encontrar
Faltava alguma coisa pra completar,
Do alto da minha viagem
Loucura, lucidez e razão,
Pensei que faltava esperar a noite cair
E a lua cercada de estrelas, chegar,
Ainda assim não completou,
Pensei: Meu Deus, não vou conseguir!
Quando vi uma pétala suavemente cair,
Ela trazia a leveza do amor,
Uma gota de orvalho e o perfume intenso da paixão
Que provavelmente ficaram numa outra estação,
Rompeu-se da flor e sem outra opção
Foi beijar o chão,
Frio, inerte, sem reação,
Então a suave pétala percebeu que o amor
É um sentimento sem explicação,
E que por mais que a gente tente esquecer
De alguma forma ele está vivo em nosso coração,
Uma pétala será um passado?
Ou um aviso de uma nova primavera em outra estação?
Não sei responder,
Mas levei-a pra casa e não a deixei caída no chão.
By Everson Russo

Barrinha MaynaBaby

Nenhum comentário:

Postar um comentário